Dois continuam presos após manifestações em SP

Dois dos oito presos durante as manifestações deste sábado, 7, foram encaminhados ao Centro de Detenção Provisória (CDP) da Capital, no Belém, zona leste de São Paulo, na manhã desta segunda-feira, 9. Segundo a Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP), um deles foi indiciado por tentativa de homicídio e formação de quadrilha e o outro por formação de quadrilha, dano qualificado, arremesso ou colocação perigosa e resistência.

GABRIELA VIEIRA, Agência Estado

09 de setembro de 2013 | 12h54

Além deles, seis pessoas foram detidas após confronto com a Polícia Militar no sábado. Quatro eram menores de idade e foram levados à Fundação Casa. Os outros dois homens já tiveram a fiança arbitrada nesta manhã e, de acordo com a SSP, serão liberados ainda nesta segunda na presença dos advogados.

Protesto

Neste sábado, cerca de 1,5 mil pessoas, grande parte delas associada ao movimento dos Black Blocs, se reuniram na Avenida Paulista e seguiram para o centro da cidade. No caminho, ao menos nove agências bancárias foram depredadas. Os manifestantes também picharam fachadas com frases contra o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB).

Quando chegaram em frente ao prédio da Câmara Municipal, no Viaduto Jacareí, manifestantes mascarados e policiais militares entraram em confronto. Após um grupo arremessar algumas pedras em sua direção, os PMs revidaram com dezenas de bombas de gás lacrimogêneo.

Tudo o que sabemos sobre:
7 de setembroSPpresos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.