Dobra o número de casos de dengue em Recife

Em dois dias, o número de casos da dengue clássica confirmados no Recife quase dobrou, passando de 252 na quarta-feira para 472 hoje, com um acréscimo de 220 casos. A cidade tem, desde 30 de dezembro, 1.089 casos da doença notificados, sendo 578 ainda em investigação e 26 descartados. O número de casos de dengue hemorrágica permece sendo três, havendo suspeita de outros 20.O aumento, de acordo com a diretora municipal de Epidemiologia, Tereza Lyra, deveu-se à eficácia da campanha do setor junto a médicos e hospitais particulares que não estavam notificando os casos da doença. "Estamos captando o que estava anteriormente mascarado", afirmou ela. "É importante sabermos a realidade para podermos traçar uma estratégia". Lyra informou que no final deste mês, os 768 agentes de saúde ambiental do município estarão preparados para eliminar mecanicamente e quimicamente os criadouros do mosquito da dengue. Eles estão sendo treinados e capacitados para combater os focos da doença.A diretora frisou que as chuvas ocorridas neste início de ano são a principal causa da epidemia, aliado ao racionamento de água a que grande parte da população recifense é submetida durante todo o ano. "Com a intermitência do abastecimento, as pessoas armazenam água em casa usando tonéis, baldes e tanques que, se não tampados adequadamente, viram criadouros do mosquito".Os dados da Secretaria estadual de Saúde em relação à dengue estão defasados porque são coletados semanalmente. O último boletim estadual, divulgado ontem, indicou 252 casos no Recife, totalizando 459 casos confirmados no Estado, distribuídos em 11 municípios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.