Divergência dentro do PT sobre economia é natural, diz Sarney

O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), disse hoje que o documento divulgado pela Executiva Nacional do PT, na última sexta-feira, pedindo mudanças na política econômica é uma divergência natural dentro do partido do governo. "Não vejo críticas. Vejo um debate em que ocorre uma divergência natural", afirmou Sarney, que chegou no início da tarde ao Palácio do Itamaraty, para o almoço do presidente Luiz Inácio Lula da Silva com o primeiro-ministro de Portugal, José Manoel Durão Barroso. José Sarney disse que não deseja opinar sobre essas divergências, mas ressaltou que o governo está na linha correta. "O ministro Palocci (Antonio Palocci, da Fazenda) está com excelente desempenho e uma visão da situação atual do país e internacional", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.