Disputa com petista tira núcleo do PMDB da Secretaria Nacional de Juventude

O núcleo PMDB Juventude (JPMDB) anunciou ontem que vai entregar o cargo que o partido ocupava na Secretaria Nacional de Juventude (SNJ), vinculada à Secretaria-Geral da Presidência, ministério comandado por Miguel Rossetto (PT).

RICARDO DELLA COLETTA, Estadão Conteúdo

28 de março de 2015 | 14h33

Em carta, a Executiva da JPMDB acusa o atual secretário, Gabriel Medina, da mesma corrente interna no PT de Rossetto, a Democracia Socialista (DS), de tentar interferir nas decisões internas do núcleo peemedebista.

"Para a SNJ (Secretaria Nacional de Juventude) decidimos abrir mão do cargo ocupado por entender que política se faz com diálogo e compromisso público. O esvaziamento dos programas das SNJ e a saída de técnicos e especialistas em políticas de juventude já são uma bússola nítida de como vem sendo tratada a política de juventude", afirmam os peemedebista no documento, publicado no portal do PMDB nacional.

A JPMDB ocupava a assessoria de relações institucionais da SNJ e o posto estava com Rafael Xavier, do PMDB do Paraná, já exonerado.

"O Gabriel Medina isolou o PMDB de todas as decisões sobre polícia nacional de juventude", queixou-se Pablo Rezende, presidente da JPMDB e ligado ao ex-governador de Goiás, Iris Rezende. No documento, o JPMDB fala em "esgotamento do diálogo com a atual gestão".

"Para nós, da JPMDB, o que antes era um debate amplo e aberto se tornou uma ação restrita e centralizada. A construção coletiva e colaborativa se tornou decisões fechadas de gabinete. Os fóruns onde poderíamos colaborar pro debate fomos afastados e nosso representante na SNJ foi (literalmente) colocado num canto qualquer da SNJ", diz o texto disponível no portal do PMDB.

Ao Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, Medina disse que foi "surpreendido" pelo documento e que a vaga do PMDB continua aberta. "Não tem nenhuma decisão de retirada do PMDB da secretaria. O PMDB foi recebido todas as vezes que solicitou", afirmou. Ele argumentou ainda que 15 representações estaduais da JPMDB contestaram a decisão de Rezende de sair da SNJ. "Eles estão dispostos a dialogar com Secretaria Nacional de Juventude", concluiu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.