Discussão de cotas no funcionalismo está em fase inicial, diz ministra

Expectativa de Luiza Barros é de que a proposta seja finalizada até o final do ano

Rafael Moraes Moura, Agência Estado

21 de novembro de 2012 | 14h25

BRASÍLIA - A ministra da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Luiza Bairros, afirmou nesta quarta-feira, 21, que o governo ainda discute internamente a implantação de cotas no funcionalismo público. De acordo com Luiza, a discussão ainda está em "fase muito inicial" e não foi apresentada de maneira formal à presidente Dilma Rousseff (PT).

"Essa discussão está em curso dentro do governo, estamos colhendo pareceres de vários setores, do próprio Ministério do Planejamento e da Advocacia-Geral da União (AGU), para que, com esses pareceres, possamos levar uma posição governamental para a presidente, para ela poder tomar a decisão final com relação a isso", disse a ministra, após a cerimônia alusiva ao Dia Nacional da Consciência Negra no Palácio do Planalto.

"A presidente Dilma, conforme ela afirmou, tem uma posição inequívoca sobre a importância das ações afirmativas e mais particularmente das cotas como instrumento fundamental para se superar a desigualdade racial no Brasil", disse a ministra. A expectativa da ministra é a de que a proposta seja finalizada até o final do ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.