Discurso de Dirceu vira munição para radicais

As declarações do ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, sobre aestagnação da economia viraram munição dos parlamentares do PTameaçados de expulsão. Segundo a senadora Heloísa Helena (AL), "se até ele (Dirceu) está dizendo isso, fica estranho" que os radicais estejamsob o risco de serem desligados do partido "por dizerem igualmentesalutares".Na sexta-feira, no primeiro dia do seminário realizado pelo PT sobre areforma da Previdência, Dirceu afirmou a parlamentares e dirigentespetistas presentes no evento que "o governo não está realizando nestemomento seus objetivos, porque o superávit primário de 4,25% e os juros de 26,5% estão desestimulando e segurando a economia." Sem saber que estava sendo gravado, o ministro disse ainda que o governo deu "um cavalo-de-pau na economia" e que a queda da atividade econômica era "visível."O deputado rebelde João Batista de Araújo (PA), o Babá, tambémameaçado de expulsão, se disse "surpreso" e "satisfeito" com asdeclarações do ministro. "Estamos fazendo esse debate desde janeiro. Ou o Dirceu escutou os setores do PT ou ele já pensava isso e não dizia",afirmou Babá. Segundo parlamentares petistas, a discussão sobre a política econômica do governo vai entrar na pauta da bancada nesta semana. Outro posicionamento do ministro, que afirmou serem inegociáveis parao governo pontos básicos da reforma da Previdência, como a taxação dos inativos, também foi alvo de críticas dos parlamentares rebeldes. "Éuma contradição com o que está acontecendo aqui", disse Luciana Genro, que esteve no seminário sobre a reforma promovido pelo partido."Aparentemente o governo não está disposto a ouvir o que estáacontecendo nesse seminário" , afirmou Babá. O evento realizado hoje e sexta-feira pelo PT não tem caráter deliberativo. Segundo seusorganizadores, ele servirá apenas para dar subsídio ao debate do tema.O senador Eduardo Suplicy (PT-SP), um dos parlamentares petistas que tenta negociar um acordo para que os rebeldes não sejam expulsos, disse que foi positivo o fato de o ministro ter falado com franqueza aos petistas. "Sou a favor sempre das coisas transparentes", disse Suplicy. "Acho positivo que ele tenha demonstrado suas preocupações com as medidas econômicas do governo."O presidente do PT, José Genoino, disse que a fala de Dirceu foiimportante porque o partido tem de entender "a dureza da situação"."Foi uma fala sincera e não revelou nada que todo mundo já nãoconhecesse." Hoje, no segundo dia de seminário, o fato de Dirceu não saber que estava sendo gravado virou motivo de piadas. Antes de todos os pronunciamentos alguém avisava: "está gravando". Descontraídos, amaioria dos parlamentares que tomavam a palavra fazia questão de lembrar o episódio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.