Discurso cita Dia dos Namorados

A comemoração do Dia dos Namorados não escapou ao presidente Lula no discurso de improviso que fez ontem na inauguração de obras no interior de Sergipe. Lula contou que a primeira-dama Marisa Letícia, que não estava no evento, tinha ficado nervosa com o governador Marcelo Déda, por ter marcado a cerimônia para o Dia dos Namorados. Segundo relato de Lula, quando disse que iria viajar, Marisa "fez a cara que toda mulher faz". Ele justificou dizendo que as viagens eram marcadas com antecedência e não lembrou que ontem era o Dia dos Namorados. Pouco antes, Déda, em seu discurso, tinha feito uma homenagem à sua mulher, Eliane Aquino, mandando um beijo pelo Dia dos Namorados."Na política o senhor é o número 1, mas, no amor, ela é a primeira", disse Déda a Lula, ao justificar a razão de, em seu discurso, ter colocado o nome do presidente em primeiro lugar e o de sua mulher em segundo. O governador pediu ainda desculpas a Marisa, prometendo mandar um buquê de rosas, e recomendou a Lula que explicasse a ela o povo de Sergipe é também seu amor. O presidente, por sua vez, disse que compraria uma flor para a primeira-dama.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.