Dirigente do PC do B vê saída de Kassab como golpe em tucanos

Sorrentino defende 'terceira via' para romper domínio do PSDB em SP, mas sem 'fortalecer

Gabriel Manzano, de O Estado de S. Paulo

04 de março de 2011 | 23h00

O mais novo ataque contra o domínio político dos tucanos em São Paulo partiu do PC do B: um artigo no site do partido, escrito pelo secretário de Organização, Walter Sorrentino, apoia e considera "importante e positivo" o movimento do prefeito Gilberto Kassab (DEM) rumo a um novo partido e, no mercado eleitoral, para o vasto grupo de aliados do governo Dilma Rousseff.

 

Sorrentino vê o projeto como meio de "abrir uma terceira via forte em São Paulo" e "mobilizar reservas de dissensão do campo dominante". Esse passo inicial, diz, "é uma exigência se se quer pôr fim ao domínio tucano que completará 20 anos em 2014".

 

Kassab, segundo ele, é "um político que age com determinação" e sua saída do DEM "é uma questão de sobrevivência e perspectiva para ele". Nesse contexto, apoiá-lo "é questão de oportunidade, espantosa que pudesse parecer a alguns, para descortinar em São Paulo uma realidade política mais multilateral e menos polarizada". Mas o articulista adverte: "Ninguém pode dispensar Kassab e, ao mesmo tempo, há uma luta para não fortalecê-lo demasiado". O governador Geraldo Alckmin, diz por fim, "está no contramovimento".

 

Opinião. Sorrentino deixou claro ao Estado que não fala em nome de todo o partido: "Eu escrevi isso no meu blog, o site Vermelho reproduziu e o site do PC do B decidiu transcrevê-lo". Mas ele esclarece que "as conversas com Kassab são públicas" e "quem está migrando de campo é ele".

 

O PC do B nacional, no momento, está apenas acompanhando. Depois de ter impedido o diretório paulistano de aceitar uma secretaria da Prefeitura paulistana - a da Copa de 2014 -, a Executiva nacional "provavelmente só vai se definir quando a situação clarear mais", diz Sorrentino.

 

É o que deve ocorrer no dia 15, quando o DEM vai realizar sua convenção nacional. Em seu site, o diretório municipal do PC do B anuncia que o projeto político imediato é viabilizar a candidatura do vereador Netinho de Paula à Prefeitura, em 2012.

Mais conteúdo sobre:
PC do BPSDBKassabDEMtucanos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.