Diretor evita comentar denúncias envolvendo a Petrobras

O diretor Financeiro da Petrobras, Almir Barbassa, evitou nesta segunda-feira, 12, durante comentários sobre a divulgação de resultados da empresa no segundo trimestre, se manifestar sobre as denúncias publicadas pela revista Época no fim de semana sobre pagamento de propina e desvios de recursos da Petrobras para políticos do PMDB.

SABRINA VALLE E MÔNICA CIARELLI, Agência Estado

12 de agosto de 2013 | 15h36

A revista entrevistou João Augusto Henriques, que contou ser contato do partido na estatal. Barbassa foi perguntado duas vezes sobre o assunto, e declinou de responder. "Não é assunto da nossa divulgação", disse, sugerindo que repórteres procurassem outros canais da empresa para tratar do assunto.

Tudo o que sabemos sobre:
PETROBRASPMDB

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.