Diretor do Google nega participação em espionagem

O diretor geral do Google no Brasil, Fábio Coelho, disse nesta sexta-feira, 06, durante evento em São Paulo, que o Google não tem participação em questões de espionagem. "O Google não participa disso. Nosso ativo principal é a confiança", afirmou.

FERNANDA GUIMARÃES, Agência Estado

06 de setembro de 2013 | 10h21

Coelho disse que esse assunto deve ser discutido no "âmbito de governos" e que o governo brasileiro "tem todo o direito de se sentir ultrajado". "Nós não podemos perder as oportunidades de 95% das coisas boas da atividade digital por conta de alguns desvios", disse.

No último domingo um programa da TV Globo denunciou que a presidente Dilma Roussef tenha sido alvo de espionagem norte americana.

Tudo o que sabemos sobre:
espionagemGoogle

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.