Diretor de Gás da Petrobras entrega cargo e entra no PT

O presidente Fernando Henrique Cardoso perdeu hoje para o PT um auxiliar que cuidava da construção de usinas termelétricas no País e opinava sobre o plano de racionamento de energia elétrica. O diretor de Gás e Energia da Petrobras, Delcídio do Amaral Gomez, entregou o cargo ao ministro de Minas e Energia, José Jorge, para, em seguida, assinar a ficha de filiação ao partido.Gomez explicou que cumpre apenas a determinação de Fernando Henrique no qual os integrantes dos segundo e terceiro escalões que pretendem disputar as próximas eleições devem deixar o cargo até a sexta-feira, dia 5. A opção pela legenda, segundo explicou, foi uma decisão pessoal tomada após ouvir a família. "Estou saindo do governo para ser candidato ao Senado pelo PT de Mato Grosso do Sul", disse Gomez."Estive com o ministro hoje e oficializei minha saída da Petrobras." O governador do Mato Grosso do Sul, José Orcírio Miranda dos Santos, o Zeca do PT, teria assegurado vaga para disputar uma das cadeiras do Senado. O governo deve ter outra baixa no setor estatal de energia elétrica. O presidente de Furnas Centrais Elétricas, Luiz Carlos Santos, também deve deixar o cargo para se candidatar a deputado federal pelo PFL de São Paulo. Substitutos - José Jorge deve anunciar dentro das próximas horas os substitutos de Gomez e Santos. Para a diretoria da Petrobras, especula-se a indicação de Antônio Menezes, que ocupa uma das superintendências da estatal. A vaga de Santos deve ser preenchida pelo executivo Manoel Horácio Francisco da Silva, ex-presidente da Telemar.Uma outra baixa do governo federal é a saída do diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo (ANP), David Zylbersztajn, ex-genro de Fernando Henrique. Na semana passada, existia especulação de que ele sairia candidato a deputado estadual pelo PSDB carioca. Porém, amigos de Zylbersztajn asseguraram que ele deixará o comando da agência reguladora, mas não seguirá carreira política.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.