Dirceu pede ao STF para acompanhar enterro de Chávez

Condenado a 10 anos e 10 meses de prisão por envolvimento com o mensalão, o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu pediu nesta quarta-feira autorização ao Supremo Tribunal Federal (STF) para viajar para Caracas para acompanhar o enterro do presidente Hugo Chávez. De acordo com os advogados de José Dirceu, o ex-ministro voltará ao Brasil 24 horas após a cerimônia. "O requerente pretende estar presente ao funeral em razão da relação de amizade que mantinha com o Excelentíssimo presidente Hugo Chávez", justificaram os advogados de José Dirceu na petição protocolada no Supremo. O pedido deverá ser analisado pelo presidente do STF e relator da ação do mensalão, Joaquim Barbosa. Em novembro, Barbosa determinou a apreensão dos passaportes dos réus do processo.

MARIÂNGELA GALLUCCI, Agência Estado

06 de março de 2013 | 19h51

Tudo o que sabemos sobre:
ChávezJosé Dirceu

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.