Dirceu informa seus endereços para STF conseguir notificá-lo

O deputado cassado e ex-ministro da Casa Civil José Dirceu esteve hoje no Supremo Tribunal Federal (STF) para informar seus endereços. Ele é um dos 40 denunciados pelo procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, de envolvimento com o mensalão. Ontem, o ministro Joaquim Barbosa, relator do dois inquéritos sobre o caso que tramitam no STF, afirmou que não foi possível notificar Dirceu por que ele havia mudado de endereço. Além de Dirceu, os oficiais de Justiça não conseguiram notificar em Brasília o deputado José Janene (PP-PR), e os ex-deputados Pedro Corrêa e Paulo Rocha. Além das 11 pessoas que moram ou já moraram em Brasília, outras 29, que residem em 7 Estados, estão sendo notificadas pela Justiça. Informados oficialmente sobre a denúncia, os investigados terão um prazo de 15 dias para apresentar a defesa.O STF determinou nesta sexta-feira que a Justiça Federal de São Paulo notifique com urgência o ex-deputado federal José Dirceu, para que ele apresente sua defesa preliminar das denúncias da Procuradoria Geral da República sobre o seu envolvimento no suposto esquema do mensalão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.