Dirceu é aplaudido em pé durante aniversário do PT

O ministro da Casa Civil, José Dirceu, foi aplaudido em pé, ao entrar para compor a mesa da solenidade de comemoração dos 24 anos do PT. O presidente do PT, José Genoino, puxou um "grito de guerra" do PT para demonstrar o apoio a Dirceu, principal alvo das denúncias de reportagem da revista "Época".Além de Dirceu, compõem a mesa, ao lado do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, os ministros Luiz Gushiken, Olívio Dutra, Nilcéia Freire, João Paulo Cunha, Marta Suplicy e representantes de partidos da coligação do governo, como Renato Rabelo (PCdo B), Alexandre Cardoso (PSB), Roberto Freire (PPS) e Michel Temer (PMDB). Os ministros Luiz Dulci e Ciro Gomes também participam do evento, mas não compõem a mesa. O evento conta com cerca de 800 pessoas. O presidente Lula deverá fazer pronunciamento dentro de 30 minutos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.