Dirceu diz a jornal argentino que lutará por reeleição de Lula

O ex-secretário da Casa Civil, José Dirceu, declarou ao jornal argentino Página 12 que está "pronto" para voltar à arena e lutar para conseguir a reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em 2006. Dirceu sustentou que não existem provas sobre o mensalão e argumentou que o presidente Lula possui "50%" de chances de vencer a próxima eleição presidencial.Dirceu minimizou as pesquisas que indicam que Lula poderia perder as eleições para o prefeito de São Paulo, José Serra: "não é correto. Há pesquisas qualitativas nas quais pode-se ver que depois de oito meses de denúncias suas chances continuam robustas. É um dado importante que o presidente, apesar do linchamento, ainda mantenha 33% dos eleitores".Em uma longa entrevista ao jornal, a primeira concedida a um meio de comunicação estrangeiro após ter perdido sua imunidade parlamentar, Dirceu descartou que o ministro da Fazenda, Antonio Palocci, possa ser o candidato do PT à presidência da República, caso o presidente Lula não se apresente para a reeleição: "Palocci não será candidato".No entanto, admitiu que se o PT escolhesse Palocci como candidato, o apoiaria: "se o PT o escolher, eu voto nele".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.