Dirceu deve ser "enquadrado", diz líder tucano

O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio Neto (AM), disse hoje que apresentará esta semana um pedido de convocação do ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, para que ele explique, afinal, "quem é". "Não é possível que tendo um cargo tão importante, o ministro Dirceu tenha dois discursos, um para a sociedade, a favor da manutenção dos juros altos, e outro para os petistas, contra os juros. O ministro Dirceu terá de explicar no Senado qual é a sua verdadeira posição", disse Virgílio."Acho deplorável ter alguém com dois discursos. Fico pasmo quando vejo que é uma pessoa com poder de contratar e demitir", disse Virgílio. "Alguém tem de, urgentemente, enquadrar o José Dirceu". Virgílio disse ainda que o presidente Lula tem tido "atitudes infantis", pois culpa o governo anterior por tudo o que não dá certo no seu.Para o líder tucano no Senado, o governo tem de tomar cuidado para não "desmoralizar" o trabalho que vem sendo feito pelo ministro da Fazenda, Antonio Palocci, e pelo presidente do Banco Central, Henrique Meirelles. "Não acredito que o trabalho de Palocci e Meirelles possa ser desmoralizado. Só acho que eles erraram taticamente (na forma de manter os juros em 26,5%), embora estrategicamente tenham acertado e livrado o Brasil de muito problema", disse Arthur Virgílio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.