Dirceu Barbano: "Serra está mal informado"

O coordenador da Farmácia Popular, Dirceu Barbano, disse que o prefeito eleito José Serra "está mal informado" sobre o programa e sobre o orçamento do Ministério da Saúde. "O programa tem orçamento próprio e não usa recursos do SUS (Sistema Único de Saúde) para aquisição de medicamentos. Nem um centavo. Além disso, em 2004 o Ministério da Saúde destinou 7,8% de seu orçamento para compra de medicamentos, equivalente a R$ 2,78 bilhões. Em 2002, quando o prefeito era ministro da Saúde, gastava apenas 5,8% do orçamento para compra de remédios, ou R$ 1,64 bilhão", comparou Barbano.Segundo o coordenador, o programa Farmácia Popular permite aos usuários comprar remédios por preços "até 90% menores que os de mercado", sem prejudicar a compra de remédios usados por pacientes do SUS.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.