Diplomata brasileiro é encontrado morto em Roterdã

Corpo do cônsul-geral do Brasil estava na sede do consulado do País na Holanda; causa da morte não foi informada

11 Abril 2013 | 08h04

O cônsul-geral adjunto do Brasil em Roterdã, Alexandre Motta Barboza, foi encontrado morto nesta terça-feira, 9, no consulado. A informação foi confirmada pelo Itamaraty.

 

De acordo com a assessoria de imprensa do Ministério das Relações Exteriores, não há informações sobre a causa da morte, que será investigada pelas autoridades locais.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.