Diploma de prefeito é cassado pelo TRE

Por três votos a dois, o Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG) cassou o diploma do prefeito reeleito de Almenara, Carlos Luiz de Novais (PDT), e do vice-prefeito, Exupério Ferreira Pires, por captação ilícita de sufrágio (oferecimento de vantagens ao eleitor em troca de voto). Como a chapa eleita teve mais de 50% dos votos da eleição, a juíza Mariza Porto considerou a realização de nova eleição para prefeito e vice, em data ainda a ser definida.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.