Dinheiro de Furnas é mais falso que o dossiê Cayman, diz Serra

"Isto é mais falso que o dossiê Cayman", disse o prefeito José Serra (PSDB-SP), sobre a inclusão do seu nome na lista de 156 políticos de diversos partidos que teriam sido beneficiados com recursos de caixa 2 doados por empresas e empreiteiras, entre as quais Furnas. Foi a única declaração que Serra fez no Palácio da Justiça, onde participou da abertura do Ano Judiciário, juntamente com o governador Geraldo Alckmin. O dossiê Cayman a que Serra se referiu, foi um conjunto de documentos falsos, divulgados em 1998, que vinculavam o próprio prefeito, o então presidente Fernando Henrique Cardoso e falecido governador Mario Covas como detentores de recursos depositados em uma empresa do Caribe.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.