Diminui chance de vitória no 1º turno na Câmara, diz Berzoini

O presidente do PT, Ricardo Berzoini (SP), afirmou nesta quinta-feira que diminuíram as chances de vitória do candidato petista à presidência da Câmara, Arlindo Chinaglia, no primeiro turno, embora o partido ainda trabalhe com cenário de sucesso nesta etapa. O vice-líder do PT, deputado Maurício Rands, também demonstra que há alguma incerteza em relação à vitória de Chinaglia no primeiro turno. Ele contabiliza cerca de 260 votos favoráveis a Chinaglia mas afirma que o histórico exige que se tenha cautela. "As projeções não podem ser tomadas como um sinalizador seguro. Podemos ganhar no primeiro turno mas há três candidaturas, há muitos parlamentares novos e é preciso cautela. Mesmo assim, creio que Chinaglia é favorito no eventual segundo turno", disse Rands. Já o deputado Julio Delgado (PSB-MG) acredita que Chinaglia irá ganhar no primeiro turno. Ele trabalha com um cenário de que o petista receberá cerca de 262 votos, o que daria a vitória no primeiro turno. Pondera no entanto que, pelas incertezas que envolvem o processo, Chinaglia pode ter entre 250 e 270 votos. Se ficar no mínimo, Chinaglia teria que disputar a presidência no segundo turno. "O que vai valer é a opção do PSDB pela proporcionalidade, que deve levar pelo menos metade do partido a votar em Chinaglia, o que garantiria sua vitória no segundo turno", disse. Chinaglia concorre contra Aldo Rebelo (PCdoB) e Gustavo Fruet (PSDB).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.