Dilma volta ao Brasil depois de almoçar com ministros

Presidente participou da Cúpula das Américas, na Colômbia; encontro entre 31 países acabou sem elaborar declaração final

Julia Duailibi, enviada especial de O Estado de S.Paulo

15 de abril de 2012 | 18h00

Cartagena, Colômbia - A presidente Dilma Rousseff embarca na noite deste domingo, 15, para o Brasil após ter participado do retiro presidencial na Cúpula das Américas, em Cartagena, durante o qual os presidentes dos países do hemisfério não chegaram a um consenso em relação a pontos como Cuba e soberania das Malvinas.

Antes de ir ao aeroporto, a presidente almoçou com os ministros num dos melhores restaurantes da cidade. Pediu arroz com frutos do mar, acompanhada por Antonio Patriota (Relações Exteriores), Aloysio Mercadante (Educação), Helena Chagas (Comunicação) e José Eduardo Martins Cardozo (Justiça), que beberam vinho e tomaram café colombiano.

Na saída, Dilma foi questionada sobre a decisão do Banco Central chinês de aumentar a margem de flutuação do yuan. A presidente respondeu rapidamente que não estava acompanhando o assunto. Depois, indagada sobre como havia sido o retiro com os demais presidentes, afirmou: "Muy bien, muy bien".

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
Cúpula das Américas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.