Dilma volta a dar atenção ao Nordeste para consolidar voto

Bahia e Sergipe estão na agenda da petista para as próximas semanas; no Sudeste, situação de candidata é mais confortável

Malu Delgado / SÃO PAULO - O Estado de S.Paulo

25 de junho de 2010 | 00h01

O comando político da campanha de Dilma Rousseff considera que, diante dos resultados positivos da pesquisa CNI/Ibope, a candidata poderá se dedicar a viagens ao Nordeste nas próximas semanas para consolidar o voto na região em que o presidente Lula tem popularidade recorde.

 

A avaliação dos petistas é que a estratégia de priorizar agendas de Dilma no Sudeste em maio e junho surtiu efeitos positivos e há um certo conforto com a situação da presidenciável por causa do seu crescimento em São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro.

 

Dilma participará da convenção do PT na Bahia, no domingo, quando será oficializada a candidatura do governador Jaques Wagner à reeleição. A petista deverá prestigiar ainda o governador petista Marcelo Déda, que também disputa a reeleição e é primeiro colocado nas pesquisas de intenção de votos.

 

A agenda de Dilma no Sudeste, especialmente em São Paulo, foi definida a partir de uma pesquisa qualitativa interna, na qual foram aplicados 6 mil questionários. O PT diagnosticou núcleos no interior do Estado onde a petista era desconhecida ou tinha baixíssima aceitação.

 

Segundo coordenadores da campanha, Dilma não fugirá dos debates. Além da gravação no programa Roda Viva, segunda-feira, ela confirmou participação em quatro debates de TV aberta (Bandeirantes, Globo, RTV e Record).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.