Dilma: transferência de renda reduziu conflito por terra

A ministra-chefe da Casa Civil e pré-candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, afirmou hoje, em reunião com criadores de gado zebu em Uberaba (MG), que o atual governo "alterou as condições de conflito pela terra no Brasil". Segundo a ministra, a redução dos conflitos no campo ocorreu por meio de uma política de transferência de renda aos setores mais carentes da sociedade, com ações específicas para a agricultura familiar no País.

GUSTAVO PORTO, Agencia Estado

17 de março de 2010 | 17h31

"Diminuímos a pressão que havia sobre a terra no Brasil", disse Dilma em um trecho da reunião. Durante o período em que a reportagem conseguiu acompanhar a exposição da ministra a representantes da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), Dilma citou várias políticas adotadas pelo governo durante a crise internacional de crédito.

Segundo ela, o governo "irrigou a atividade primária com recursos", baixou a taxa de juros e renegociou as dívidas dos produtores rurais. "Não há como o País se desenvolver sem condições de crédito", acrescentou a ministra.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.