Dilma tem reunião com líderes aliados

A reunião da presidente Dilma Rousseff com líderes de partidos da base aliada, realizada na noite desta segunda-feira no Palácio do Planalto, já terminou. Ela promoveu esse encontro para discutir a votação da lei que flexibiliza a meta do superávit, amanhã (2), no Congresso. A aprovação do tema é considerado tão importante para o governo que Dilma chegou a cancelar viagem a São Paulo programada para esta terça-feira (2), quando participaria de reunião com investidores promovido pelo banco JP Morgan.

TÂNIA MONTEIRO, Estadão Conteúdo

01 de dezembro de 2014 | 21h29

Com a conversa de hoje com líderes governistas, Dilma começa a cumprir a promessa de estabelecer um diálogo mais intenso com os parlamentares, como acenou no seu discurso da vitória. Participaram do encontro de hoje, pelo PT, os senadores José Pimentel (CE) e Humberto Costa (PE); além dos deputados Henrique Fontana (RS) e Vicentinho (SP). Pelo PMDB, estiveram presentes os senadores Eduardo Braga (AM) e Eunício Oliveira e o deputado Eduardo Cunha (RJ). Cunha é líder do PMDB na Câmara e desafeto do Planalto, pela forma como conduziu as últimas votações de interesse do governo.

Pelo PSD, esteve presente o deputado Moreira Mendes (RO). Pelo PP, os representantes no encontro de hoje com Dilma foram o senador Benedito de Lira (AL) e os deputados Eduardo da Fonte (PE) e Aguinaldo Ribeiro (PB). Pelo PROS, o deputado Givaldo Carimbão (AL). Pelo PDT, o senador Acir Gurgacz (RO) e o deputado Félix Mendonça Júnior (BA). Pelo PTB, o senador Gim Argello (DF) e o deputado Jovair Arantes (GO). Pelo PCdoB, a senadora Vanessa Grazziotin (AM) e a deputada Jandira Feghali (RJ). Pelo PRB, o senador Marcelo Crivella (RJ) e o deputado George Hilton (MG). Pelo PSC, o deputado André Moura (SE). Pelo PTB, o deputado Antônio Brito (BA). Pelo bloco PR, PTdoB, PRP, o senador Alfredo Nascimento (AM).

Tudo o que sabemos sobre:
Dilmareuniãolíderes aliados

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.