Dilma tem até maio para depor à Comissão de Infra-Estrutura

Ministra foi convocada para falar sobre o PAC, mas pode ser submetida a perguntas sobre o dossiê FHC

Rosa Costa, de O Estado de S.Paulo

14 de abril de 2008 | 15h39

A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, tem até o dia 5 de maio para comparecer à Comissão de Serviços de Infra-Estrutura, do Senado. A ministra já havia informado sua disposição e atenderá à convocação para falar sobre o andamento das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), mas não confirmou, até o momento, uma data de comparecimento.  Na sessão em que a comissão aprovou a convocação da ministra, na semana passada, foi acertado que ela falará também sobre a obra de construção da Usina de Belo Monte (no Pará).Os senadores chegaram a aprovar um requerimento do senador Marconi Perillo (PSDB-GO) definindo que a ministra falaria também sobre o vazamento de dados  de um dossiê da Casa Civil sobre gastos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e da ex-primeira dama Ruth Cardoso com cartões corporativos, mas o senador retirou esse requerimento. Mesmo assim, outros senadores têm declarado que questionarão Dilma a respeito desse assunto. Veja também:PF pode recolher outros computadores da Casa CivilVazamento de dossiê contra FHC abre guerra dentro da Casa CivilDossiê FHC: o que dizem governo e oposiçãoPF pede a governo dados sobre segurança da Casa CivilPF abre inquérito para apurar vazamento de dados de FHCDossiê com dados do ex-presidente FHC  Entenda a crise dos cartões corporativos   No ofício que enviou à Comissão de Infra-Estrutura, no dia 10, a ministra declara que está "à disposição para comparecimento, na melhor data", e informa que a assessoria da Casa Civil contataria a comissão para "acertar os detalhes necessários à marcar da data" da audiência.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.