Dilma sobe para 51%, Serra mantém 27%, aponta Datafolha

Se eleição fosse hoje, candidata petista venceria no primeiro turno; Marina Silva permanece com 11% das intenções de voto

Cido Coelho, do estadão.com.br

16 Setembro 2010 | 02h20

SÃO PAULO - O instituto Datafolha divulgou, na madrugada desta quinta-feira, 16, os números da corrida presidencial. A pesquisa, que foi realizada entre os dias 13 a 15 de setembro, com 11.784 entrevistados em todo o Brasil apontou a candidata Dilma Rousseff (PT) na liderança, com 51%. Com este resultado, a petista venceria no primeiro turno.

Dilma subiu um ponto em relação ao último levantamento, que aconteceu entre os dias 8 e 9 de setembro. José Serra (PSDB) manteve o índice e permaneceu com 27% das intenções de voto. Marina Silva (PV) também repetiu o resultado da pesquisa anterior e seguiu com 11%.

Votos válidos

Se considerado os votos válidos, quanto é excluido os votos brancos e nulos, a petista vai a 57%, o tucano fica com 30% e a candidata verde vai a 12%.

Escândalo da Receita não afetou pesquisa

A pesquisa também apontou que o escândalo da quebra de sigilo de membros do PSDB e da filha de José Serra, Veronica, teve pouco impacto.

O levantamento mostrou que 57% dos eleitores tomaram conhecimento do assunto, destes 12% se consideram bem informados sobre o assunto.

O índice de maior conhecimento estão entre os mais escolarizados, que somam 86%, e entre os que têm maior renda mensal, que são 84% dos pesquisados. Este eleitorado não alterou o resultado geral.

Entre os mais bem informados, o dado de intenção de votos de Dilma Rousseff fica em 46%, José Serra vai a 33% e Marina Silva sobe para 14%. Com esse resultado, poderia acontecer um segundo turno.

Quando a pesquisa se volta para os eleitores que não souberam do caso da quebra de sigilos fiscais, a candidata do PT vai a 53%, Serra cai para 24% e Marina fica com 8%.

Segundo turno

Num possível segundo turno, Dilma teria 57% das intenções de voto, contra 35%, de Serra. A petista oscilou para cima um ponto neste levantamento, em relação a pesquisa anterior.

Dilma perde alguns pontos no PR, RS e na capital, Brasília, mas mantém a liderança. José Serra supera a petista apenas em Curitiba.

No Paraná, a petista recuou cinco pontos, mas ainda mantém a dianteira por 41%, contra 35%. Na capital paranaense, o candidato tucano supera Dilma e chega a 36% contra 28%. Em Brasília, a candidata petista caiu de 51% para 43%, já o tucano segue com 21%.

No Rio Grande do Sul e na capital mineira, Belo Horizonte, Dilma Rousseff melhorou no levantamento. A petista subiu de 43% para 45% na preferência dos gaúchos, e José Serra caiu de 38% para 34%.

Em Belo Horizonte, a petista avançou quatro pontos e chegou a 44%. Serra subiu de 23% para 25%.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), sob o registro 30014/2010. O levantamento foi feito em 423 municípios. A margem de erro varia dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.