Dilma se reúne com ministros no Alvorada para discutir reforma ministerial

Presidente começa a se movimentar para definir quais serão os cortes

Leonêncio Nossa e Dida Sampaio, O Estado de S. Paulo

20 de setembro de 2015 | 21h55

A presidente Dilma Rousseff se reuniu neste domingo a noite com ao menos quatro ministros no Palácio da Alvorada. Ela retomou as conversas sobre a reforma ministerial, cujo anúncio é esperado para esta semana. Participam do encontro os ministros Ricardo Berzoini (Comunicações), Luís Inácio Adams (Advogado-geral da União), Nelson Barbosa (Planejamento) e Miguel Rossetto (Secretaria-Geral da Presidência). Ontem, além de Barbosa, estiveram reunidos com Dilma no Alvorada os ministros Aloizio Mercadante (Casa Civil) e Valdir Simão (CGU). O objetivo das conversas é detalhar que mudanças serão feitas na estrutura dos ministérios. 

O tema da reforma ministerial tem ocupado a agenda da presidente ao longo da última semana, já foram realizadas três reuniões entre sexta-feira e domingo. Hoje, são 38 pastas, que devem ser reduzidas para 28. O Palácio do Planalto já determinou um estudo sobre a estrutura física, funcionários e o papel de cada secretário, além dos programas prioritários de cada pasta que podem ser realocados para outras no caso de fusão de ministérios.

A redução no número de ministérios é tema de discussões há quase um mês. O ministro do Planejamento anunciou o corte no dia 24 de agosto, em coletiva no próprio Palácio do Planalto, logo após a reunião de Coordenação política. Na ocasião, a ideia surgiu como uma agenda positiva para minimizar o impacto da saída do vice-presidente Michel Temer (PMDB) da articulação política. 

Tudo o que sabemos sobre:
Dilma RousseffCrise política

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.