Dilma se contradiz ao defender municipalismo, diz líder

O líder do PSDB na Câmara dos Deputados, Duarte Nogueira (SP), afirmou na tarde de hoje que a presidente Dilma Rousseff foi contraditória ao afirmar que pretende fazer um governo municipalista enquanto corta R$ 1,85 bilhão em emendas parlamentares dentro do pacote de contingenciamento de R$ 50 bilhões.

GUSTAVO PORTO, Agência Estado

17 de março de 2011 | 18h18

Segundo ele, quase a totalidade dos recursos das emendar dos parlamentares vai para os municípios, na forma de verbas para educação e saúde, entre outras áreas. "Há antagonismo entre o que ela fala e o que ela faz", afirmou o parlamentar.

Hoje, a presidente Dilma afirmou que seu governo será "municipalista", com uma relação "qualificada e de parceria" com prefeitos. A declaração foi feita em evento realizado em Uberaba (MG) para assinatura de protocolo de intenções entre o governo mineiro, a Petrobras e a Cemig para implantação da Unidade de Fertilizantes Nitrogenados e de um gasoduto.

Mais conteúdo sobre:
DilmamunicipalismoPSDB

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.