Dilma sanciona criação de sistema de assistência social

A presidente Dilma Rousseff sancionou hoje projeto que institui o Sistema Único de Assistência Social (Suas), que dá suporte aos programas de transferência de renda do governo. Em solenidade no Palácio do Planalto, Dilma ressaltou a importância da parceria entre governo federal, Estados e municípios para a erradicação da pobreza extrema.

TÂNIA MONTEIRO, Agência Estado

06 de julho de 2011 | 13h29

"A nova lei do Suas chega num momento propício. Esse sistema será determinante para conseguirmos vencer o desafio de erradicar a pobreza extrema", afirmou Dilma. "A assistência social é um instrumento extraordinário para superarmos o problema da miséria."

No discurso, Dilma reafirmou a disposição de seu governo em garantir proteção institucional às camadas mais humildes da população. "A assistência social é um dever do Estado. O Brasil conta, a partir de agora, com uma legislação à altura dos projetos de erradicação da pobreza", disse. "Temos consciência de que seremos capazes de resolver, sim, o problema da pobreza e reduzir as desigualdades sociais."

Dilma não quis falar com a imprensa, à saída da cerimônia, sobre a situação do ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento. Todos os ministros que têm gabinete no Planalto saíram do Salão Nobre, onde foi realizada a cerimônia, cercados por seguranças, a fim de impedir que fossem abordados pela imprensa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.