Dilma rejeita fazer de tratamento 'espetáculo midiático'

A ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, disse hoje que não vai transformar seu tratamento contra um câncer linfático em um "espetáculo midiático". "Não pretendo discutir e nem polemizar meu tratamento. Sempre que for necessário vou mostrar a importância da prevenção, mas não pretendo ficar falando disso", disse a ministra, pré-candidata do PT à Presidência em 2010. Indagada sobre como pretende continuar com uma compromissada agenda nos próximos meses e conciliá-la com seu tratamento, Dilma respondeu: "há momentos em que vou ter mais disposição, em outros terei menos".

KELLY LIMA, Agencia Estado

30 de abril de 2009 | 18h55

Ela ainda comentou que suspendeu a visita que faria na próxima semana a uma feira de petróleo em Houston, nos Estados Unidos, por conta de uma nova visita ao médico para outros exames e em busca de uma segunda opinião. "Muitas pessoas me abordam para mostrar solidariedade e médicos me mostram que houve evolução nos tratamentos", contou a ministra.

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2010Dilmadoença

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.