Dilma reforça necessidade de desenvolver o País

"Tenho certeza que nós prosseguimos nessa caminhada ampliando o horizonte de investimentos", afirmou nesta quarta-feira a presidente Dilma Rousseff, durante reunião com governadores e prefeitos no Palácio do Planalto, em Brasília. A afirmação foi feita após a presidente falar das atribuições dos diferentes Poderes: "As funções de cada um de nós são diferenciadas. Saneamento é de Estados e municípios. Pavimentação é de prefeitura. Mobilidade urbana não é típica do governo federal. Ou não era típico. Eu acho que nós mudamos essa questão", disse.

DENISE MADUEÑO, LAÍS ALEGRETTI, RAFAEL MORAES MOURA E TANIA MONTEIRO, Agência Estado

06 de março de 2013 | 13h37

"Temos consciência que nós (União, Estados e municípios) temos uma função em comum, que é o desenvolvimento do País e a garantia de condições de vidas melhores para os brasileiros e de mais oportunidades para eles", disse a presidente.

"Tem que ter visão de médio prazo. Se olharmos em um horizonte de 10 anos, qual é a projeção que fazemos do nosso caminho? Queremos chegar a um momento em que o País se transforme em uma nação verdadeiramente desenvolvida. E isso nós vamos conquistar, não só quando superarmos a pobreza extrema, mas sobretudo quando nós tivermos a capacidade de ter duplicado a nossa renda per capita", disse, defendendo que o Brasil precisa ter uma visão de médio prazo.

A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, falou do papel dos governadores e prefeitos. "Cada governador, cada prefeito, tem de ter uma equipe junto do seu gabinete para acompanhar a execução das obras do PAC", defendeu. Também participam da reunião a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, o ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, e a ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, além da ministra da Secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti.

Entre os 16 governadores presentes, está o de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB-PE), provável candidato na disputa pelo Planalto com a presidente Dilma, em 2014. Também do PSB, está presente o governador Cid Gomes, do Ceará, que já manifestou apoio à reeleição de Dilma. Do PT, Tião Viana (AC), Agnelo Queiroz (DF) e Jacques Wagner (BA). Da oposição, estão presentes Geraldo Alckmin (SP), Marconi Perillo (GO) e Antonio Anastasia (MG).

Foi publicado no Diário Oficial da União desta quarta relação de mais de cem projetos aprovados pelo governo federal no âmbito do Projeto de Aceleração do Crescimento (PAC 2).

Tudo o que sabemos sobre:
PACDILMAdesenvolvimento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.