Dilma recebe nova convocação de comissão do Senado;governo reage

A ministra Dilma Rousseff (CasaCivil) recebeu nova convocação nesta terça-feira da Comissão deInfra-Estrutura do Senado, desta vez para prestaresclarecimentos sobre um suposto dossiê com informações degastos sigilosos do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. O requerimento, de autoria do senador tucano Mário Couto(PA), pede também que a ministra explique as providênciasadotadas depois da denúncia, detalhe a investigação feita pelaPolícia Federal e apresente cópia do banco de dados criado pelaCasa Civil, informa a agência Senado. A ministra já havia sido convocada pela mesma comissão nodia 6 de abril para se manifestar sobre o Programa deAceleração do Crescimento (PAC) e sobre a usina de Belo Monte. O líder do governo, senador Romero Jucá (PMDB-RR), reagiuencaminhando requerimentos ao presidente da comissão, senadorMarconi Perillo (PSDB-GO), para anular o pedido destaterça-feira e para transformar a convocação do início do mês emconvite. Os requerimentos de Jucá foram indeferidos por Perillo,que defendeu a aprovação como regimental e constitucional. A líder do PT, senadora Ideli Salvatti (PT-SC), disse quea comissão só poderia convocar ministros para tratar deassuntos "no âmbito de suas atribuições". Na segunda-feira, Dilma havia informado por interlocutoresque pretende comparecer à comissão do Senado no dia 30 de abrilou em 6 de maio, após o casamento de sua filha, Paula, napróxima sexta-feira, e de viagem ao Japão e à Coréia na semanaque vem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.