Dilma rebate Aécio mais uma vez e diz que não faz política social 'na canetada'

Tucano disse no começo da semana que presidente tentava acabar com a pobreza por decreto

Agência Estado,

06 de março de 2013 | 14h38

BRASÍLIA - Em uma nova resposta ao senador Aécio Neves (PSDB-MG), que acusou o governo federal de querer acabar com a pobreza extrema por "decreto", a presidente Dilma Rousseff disse nesta quarta-feira, 6, que a sua administração não faz política social "na canetada". O discurso foi feito para prefeitos e governadores durante reunião para tratar de investimentos em saneamento básico, esgotamento sanitário e mobilidade urbana previstos no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

"Todo mundo acha que o Bolsa Família a gente faz na canetada. O Bolsa Família precisou de arte e engenho", discursou Dilma, sendo interrompida por aplausos. "Precisou de vontade política."

Dilma destacou que, ao longo dos últimos dez anos, todos os 36 milhões de brasileiros cadastrados no Bolsa Família estão acima da linha da miséria. "Isso não é milagre, não é malabarismo", enfatizou a presidente.

Ontem durante o 11º Congresso Nacional de Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, em Brasília, a presidente havia dito que "a superação da pobreza extrema não é nenhum milagre, nenhum acaso, é fruto de trabalho sistemático, da vontade política, da decisão política de não aceitar conviver com a pobreza".

Na segunda-feira, o senador Aécio Neves acusou o governo federal de levar "à bancarrota patrimônios públicos como a Petrobras". O tucano também disse que o Palácio do Planalto "tirou os olhos de 2013 e focou 2014". "Governo que acha que pode acabar com a pobreza por decreto merece ser enfrentado e combatido", criticou Aécio em evento do PSDB em Goiânia.

(RAFAEL MORAES MOURA, DENISE MADUEÑO, TÂNIO MONTEIRO E LAÍS ALEGRETTI)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.