Dilma passa o dia em Brasília e deve fechar ministérios

A presidente eleita, Dilma Rousseff, deve passar o dia de hoje na Granja do Torto, em Brasília, onde deve realizar reuniões reservadas antes de anunciar o restante da equipe de ministros de seu governo. A expectativa é de que Dilma complete a indicação para a chefia dos 37 ministérios ainda nesta terça-feira.

CAROL PIRES, Agência Estado

21 Dezembro 2010 | 11h13

Dilma anunciou ontem o nome de mais sete ministros. O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, foi confirmado no Ministério da Saúde. A produtora cultural Ana de Hollanda, irmã do compositor Chico Buarque, será a nova ministra da Cultura. Por pressão do PCdoB, Dilma manteve o atual ministro Orlando Silva no Ministério dos Esportes. E o PP garantiu a indicação do deputado Mário Negromonte (BA) para o Ministério das Cidades.

A economista e assessora da Casa Civil Tereza Campello foi indicada para o Ministério do Desenvolvimento Social. A socióloga Luiza Helena de Bairros na Secretaria Especial de Promoção da Igualdade Racial. A petista também manteve o advogado Luís Inácio Adams no cargo de Advogado-Geral da União (AGU).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.