Dilma participa de inauguração em Belo Horizonte

A Presidente da República, Dilma Rousseff, chegou há pouco à capital mineira para inaugurar o Centro de Controle Operacional de Tráfego. Ao lado do prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda (PSB), do ministro das Cidades, Gilberto Magalhães Occhi, e de outras autoridades, ela visitou os corredores do BRT (Bus Rapid Transit, em inglês) da cidade. O BRT de BH recebeu R$ 730,47 milhões, sendo R$ 382,30 milhões de financiamento federal por meio do Programa Pró-Transporte.

SUZANA INHESTA, Agência Estado

08 Junho 2014 | 13h01

O BRT Antônio Carlos/Pedro I tem 14,7 quilômetros de extensão, com 25 estações de transferência e dois terminais de integração. Ao longo da Avenida Antônio Carlos, o BRT está concluído e operando desde o final de maio. Já o trecho da Avenida Pedro I até o Terminal Vilarinho está em fase de conclusão. Com a obra pronta, a estimativa é que o BRT terá capacidade para transportar cerca de 400 mil passageiros/dia, com previsão de reduzir em 47% o tempo de viagem entre seus extremos.

Dilma já está no Centro de Controle de Operações de Tráfego da Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte (BH Trans), conhecendo o complexo, que recebeu investimento de R$ 31,6 milhões para obras de modernização, sendo R$ 30 milhões em financiamento público com juros subsidiados, acompanhada de cinegrafistas e fotógrafos e autoridades políticas. Daqui a pouco discursa ao público presente no evento.

O Centro fará o monitoramento, em tempo real, de vários serviços. As câmeras estão integradas aos órgãos municipais como Samu, guarda municipal, empresa de transporte público, defesa civil, limpeza urbana, entre outros.

Mais conteúdo sobre:
eleições Dilma Rousseff Belo Horizonte

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.