Dilma participa de comício tipicamente eleitoral

Petista prometeu um governo 'municipalista' e uma reforma que garanta mais recursos

Eugênia Lopes, O Estado de S.Paulo

18 Maio 2010 | 23h17

Pré-candidata do PT discursa em comício que reuniu 1.177 prefeitos

 

BRASÍLIA - Mesmo já multada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por campanha antecipada, a ex-ministra-chefe da Casa Civil Dilma Rousseff participou ontem, em Brasília, de um típico comício eleitoral patrocinado pelo PT.

 

Na plateia, 1.177 prefeitos, entre eles uma dezena de representantes de partidos de oposição, como PSDB, DEM, PPS e PV. A eles, a pré-candidata petista prometeu um governo "municipalista" e uma reforma tributária que permita o repasse de mais recursos para as prefeituras.

 

"O governo Lula foi o melhor que o País já teve", afirmou a pré-candidata petista. "Tenho certeza que daqui vai sair um terceiro governo popular e democrático. Preciso de vocês para fazer um governo municipalista."

 

Em um longo discurso recheado de números e dados, Dilma se associou o tempo todo a conquistas do governo Lula, como o programa Bolsa-Família e o aumento da taxa de emprego.

 

Disse que o Brasil será a quinta economia do mundo - atrás apenas dos Estados Unidos, China, Índia e Japão - e repetiu que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva "tirou 24 milhões da miséria".

 

Prefeitos de oposição participaram do encontro. "Não sei qual será o meu futuro partidário, mas seguirei aquela que é a indicada pelo presidente Lula", disse o prefeito de Jaguariúna (SP), Gustavo Reis, do PPS.

 

No mesmo diapasão, o prefeito de Itamonte (MG), Marcos de Carvalho, do PSDB, disse: "Infelizmente não falo pelo meu partido, mas pela primeira vez prefeitos de cidades pequenas estão sendo tratados com respeito."

Mais conteúdo sobre:
Dilma prefeitos

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.