Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Dida Sampaio/Estadão
Dida Sampaio/Estadão

Dilma nega 'de forma contundente' saída de Mercadante da Casa Civil, diz Edinho Silva

Ministro da Secretaria de Comunicação afirma que Dilma o orientou a desmentir a informação sobre a troca na Casa Civil

Gustavo Porto, Adriana Fernandes e Vera Rosa, O Estado de S. Paulo

11 de setembro de 2015 | 13h26

BRASÍLIA - O ministro da Secretaria de Comunicação da Presidência, Edinho Silva, disse nesta sexta-feira, 11, ao Broadcast, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado, que a presidente Dilma Rousseff "foi contundente" em negar a saída do ministro Aloizio Mercadante da Casa Civil. Segundo Edinho, logo pela manhã, antes de embarcar para o Piauí, a presidente Dilma o orientou a desmentir a informação. A presidente reiterou que Mercadante tem sua total confiança. O Palácio Planalto deve divulgar nota oficial negando a informação, publicada hoje pelo jornal Folha de S.Paulo.

 

Segundo a reportagem, Dilma estaria avaliando a troca de Mercadante por alguém que não seja filiado ao PT. A mudança também é vista como uma forma de solucionar, em parte,  a crise vivida pelo Planalto, já que o atual ministro, que participa da articulação política, tem sido criticado nos bastidores por integrantes do PMDB, partido do vice-presidente Michel Temer. A intenção  é que o substituto tenha boa receptividade tanto na base aliada quanto na oposição, na tentativa de melhorar a governabilidade e diminuir as derrotas que o governo vem sofrendo no Congresso.

Ministros ouvidos pelo jornal dizem que Mercadante não sairá do governo, mas será transferido para outro ministério na reforma administrativa anunciada pela presidente. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.