Roberto Stuckert Filho/Divulgação
Roberto Stuckert Filho/Divulgação

Dilma libera R$ 40 milhões para cidades do RS atingidas por chuvas

Haverá prioridade para a reconstrução de estradas e estudos para identificar se a construção de diques em áreas mais vulneráveis é viável

Elder Ogliari, O Estado de S. Paulo

19 de julho de 2014 | 11h22

A presidente Dilma Rousseff anunciou a liberação de R$ 40 milhões para obras de recuperação de infraestrutura nos municípios atingidos pelas inundações do rio Uruguai, na fronteira do Brasil com a Argentina, no Rio Grande do Sul. O governo do Estado terá dez dias para apresentar um plano de utilização dos recursos. Haverá prioridade para a reconstrução de estradas e estudos para identificar se a construção de diques em áreas mais vulneráveis é viável.

A promessa de Dilma foi feita aos prefeitos de dez municípios da região, em Uruguaiana. Antes da reunião, a presidente sobrevoou os bairros que ainda estão parcialmente alagados na cidade gaúcha.

As enchentes são consequência de chuvas torrenciais ocorridas na parte alta da bacia do Uruguai, na divisa do Rio Grande do Sul com Santa Catarina, entre 23 e 30 de junho. Depois de alagar cidades dos dois Estados, a água desceu pelo rio em direção à foz e inundou São Borja, Itaqui e Uruguaiana, entre outros municípios, na fronteira com a Argentina. O Rio Grande do Sul chegou a ter 20 mil desabrigados. O número vem recuando, mas o drama continua para 2.950 pessoas que ainda estão fora de suas casas, a maioria em Uruguaiana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.