Dilma leva a filha ao altar

A polêmica do vazamento de informações com dados sigilosos do governo Fernando Henrique pairou hoje sobre a festa de casamento, em Porto Alegre, da advogada Paula Araújo Rousseff, filha da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, com o administrador de empresas Rafael Covolo. Paula é filha única da ministra e do ex-deputado estadual Carlos Paixão Araújo.Para prestigiar Dilma - alvo de tiroteio da oposição, que a acusa de ter montado um dossiê na Casa Civil -, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, nove ministros e nove governadores compareceram à cerimônia na Igreja São José.No ambiente descontraído da festa para 600 convidados, na Associação Leopoldina Juvenil, o comentário mais freqüente era mesmo o dossiê. Muitos convidados fizeram questão de mostrar solidariedade a Dilma que, apesar da turbulência política, ainda é a preferida de Lula para a sucessão presidencial de 2010. Sem óculos, de longo azul, a ministra agradecia o carinho dos amigos. ?Hoje é um dia de muita felicidade?, afirmava.A líder do PT no Senado, Ideli Salvatti (SC), era uma das maiores defensoras da ministra. ?Se a oposição ataca e coloca Dilma em evidência, nós, os amigos, estamos aqui para participar de um momento especial de sua família e vamos defendê-la?, dizia Ideli. Para a governadora do Pará, Ana Júlia Carepa (PT), Dilma precisava desse desagravo público. ?Sou solidária à ministra e contrária à baixaria da qual ela tem sido vítima.? Já o governador do Rio, Sérgio Cabral (PMDB), afirmou que aquele era o dia de abraçar a amiga. ?Todo o Brasil sabe o papel estratégico que ela desempenha para o desenvolvimento do País.?Lula assistiu apenas à cerimônia religiosa. Não foi à festa porque embarcou para Acra (Gana). O presidente não quis conversar com os jornalistas. ?Deixa eu assistir o casamento primeiro?, disse, ao chegar à igreja. Mas assim que a comitiva do presidente chegou à igreja, às 20h25, os portões foram fechados, provocando protesto do público, que vaiou os seguranças na rua.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.