Dilma lamenta morte de fundador do PDT

A presidente Dilma Rousseff lamentou nesta quinta-feira, por meio de nota, a morte do ex-deputado federal maranhense Neiva Moreira, um dos fundadores do PDT. Moreira estava internado desde o dia 31 de março, com infecção respiratória e morreu na madrugada desta quinta-feira.

RAFAEL MORAES MOURA, Agência Estado

10 de maio de 2012 | 13h52

"A política brasileira perdeu hoje um de seus mais expressivos líderes", afirma a presidente. "Como estudioso, ativista e escritor, (Moreira) sempre esteve ao lado dos povos oprimidos da região. Viveu intensamente a luta pelas liberdades no Brasil, e após retornar do exílio, ampliou sua trajetória política a partir do seu amado Maranhão".

Ao cumprimentar familiares e amigos "neste momento de dor", Dilma conclui a nota afirmando que "particularmente guardarei sempre comigo as boas lembranças da minha convivência com Neiva Moreira". Dilma foi uma das fundadoras do PDT no Rio Grande do Sul e se filiou ao PT em 2001.

Tudo o que sabemos sobre:
PDTmortefundadorDilma

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.