ANDRE DUSEK/ESTADAO
ANDRE DUSEK/ESTADAO

Dilma lamenta a morte de Marco Aurélio Garcia: 'Meu querido amigo'

Garcia foi assessor especial da Presidência de Dilma e Lula e presidente do PT; ainda não há informações sobre o enterro

Marianna Holanda, O Estado de S.Paulo

20 de julho de 2017 | 17h18

A ex-presidente Dilma Rousseff lamentou a morte do assessor especial da Presidência da República para Assuntos Internacionais na gestão petista e ex-presidente do PT, Marco Aurélio Garcia, nesta quinta-feira, 20. Dilma, que disse ter estado com ele há três semanas, chamou-o de "amigo querido".

"Um dia terrível para quem luta por um mundo melhor, com justiça social. Um dia muito, muito triste", disse Dilma, por meio de nota. A petista afirmou ser um "dia de dor para todos nós, que compartilhamos com ele seus muitos sonhos, histórias e lutas".

Marco Aurélio Garcia foi um dos principais formuladores da política externa durante a gestão Dilma Rousseff , ele foi vítima de um ataque cardíaco fulminante. Garcia era professor aposentado do Departamento de História das Universidade de Campinas (UNICAMP).

Confira abaixo a integra da nota da ex-presidente:

Dilma Rousseff: "Meu amigo querido, Marco Aurélio Garcia"

A morte do professor Marco Aurélio Garcia, meu amigo querido, é extremamente dolorosa. Desfrutei pela última vez de sua companhia há três semana. Conversamos sobre a vida e os momentos terríveis que o país atravessa.

Hoje é um dia de dor para todos nós, que compartilhamos com ele seus muitos sonhos, histórias e lutas. Era um amigo querido, de humor fino e contagiante, sempre generoso e cheio de ideias, dono de uma mente arguta e brilhante.

Meus sentimentos ao filho Leon, ao neto adorado Benjamin, aos familiares e todos os seus amigos.

É muito duro saber que não terei mais sua companhia, nem o prazer de ouvir sua poderosa gargalhada.

Um dia terrível para quem luta por um mundo melhor, com justiça social. Um dia muito, muito triste.

Dilma Rousseff

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.