Dilma irrita-se com Código Florestal e promete veto, diz fonte

Segundo a agência Reuters, Dilma disse a uma fonte confiar que a base governista conseguirá fazer as mudanças na votação no Senado

Estadão.com.br,

25 de maio de 2011 | 12h04

A presidente Dilma Rousseff ficou irritada com a aprovação do Código Florestal na Câmara dos Deputados. Segundo a agência Reuters, a Presidente garantiu a uma fonte do governo que vetará os trechos do texto que considera equivocados, caso a base governista não consiga promover mudanças no Senado. De acordo com essa fonte, Dilma afirmou antes da votação que esperava a derrota do governo mas estava confiante de que a base governista conseguirá fazer as mudanças na votação no Senado.

 

Na votação de terça-feira, o governo concordou com o texto do relator Aldo Rebelo com algumas ressalvas, mas foi contrário a uma emenda proposta pelo PMDB que tira do governo federal a exclusividade de regulamentar o uso de áreas de preservação permanente (APP). Durante a sessão em que a emenda foi aprovada, o líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), disse que a presidente considerava a emenda "uma vergonha para o Brasil".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.