Dilma interrompe férias para discutir eleição de 2014 com Campos

Presidente recebeu governadores de Pernambuco e da Bahia em Salvador

Tiago Décimo, de O Estado de S. Paulo

05 de janeiro de 2013 | 20h08

A presidente Dilma Rousseff interrompeu, na tarde deste sábado, 5, o período de descanso na Base Naval de Aratu, em Salvador, para receber os governadores da Bahia, Jaques Wagner (PT), e de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), para um almoço seguido de reunião na Casa da Boca do Rio, a reservada residência dos oficiais na base na qual a presidente está hospedada com familiares desde o dia 28 de dezembro.

 

Chamados por Dilma, os governadores chegaram ao local de helicóptero, acompanhados pelas mulheres, pouco antes das 14h (horário de Brasília). O grupo almoçou e, em seguida, Wagner e Campos tiveram uma longa conversa com a presidente, que atravessou a tarde e só terminou à noite.

 

O teor das conversas não foi divulgado, mas, segundo fontes do governo baiano, o assunto principal do encontro foi a eleição de 2014. Wagner, que já havia se encontrado com Dilma na base na última quarta-feira, tem manifestado a possibilidade de não disputar cargos no próximo pleito e é cotado para assumir a coordenação da campanha de reeleição da presidente no Nordeste.

 

Campos, por outro lado, tem sido pressionado por setores de seu partido a disputar a presidência. Apesar disso, mantém o discurso de apoio a Dilma – e a presidente tem sinalizado ao PSB que tem a intenção de manter a parceria entre o governo e a legenda.

 

A assessoria da Presidência ainda não divulgou a data em que Dilma deve retornar a Brasília.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.