Fernando Bizerra/EFE
Fernando Bizerra/EFE

Dilma fez um trabalho excepcional, diz Temer

O articulador político do governo afirma que crises política e econômica serão superadas e que a atuação da presidente ao longo do tempo ajudou a produzir avanços sociais no País

Rachel Gamarski , O Estado de S. Paulo

06 de agosto de 2015 | 13h05

BRASÍLIA - Em um novo apelo ao Congresso Nacional, o articulador político do governo e vice-presidente da República, Michel Temer, afirmou que não se pode dizer que não tem crise nenhuma, porque isso não ajuda a superá-la. "A crise econômica muitas vezes ocorre e é logo superada. Uma eventual crise política, no Congresso, é imediatamente superada ou será superada ao longo do tempo", destacou.

Com a necessidade de diálogo entre o Palácio do Planalto e o Congresso Nacional, Temer afirmou que o alerta realizado ontem por ele em seu pronunciamento era indispensável. "Nós vamos continuar dialogando."

Para o vice-presidente, o Brasil tem governabilidade plena. "Eu não tenho a menor dúvida", ressaltou. Temer chegou a afirmar que, embora digam o contrário, Dilma Rousseff "tem um relacionamento muito fértil com o Congresso e governadores". Para ele, a presidente fez um trabalho excepcional ao longo do tempo e ajudou a produzir os avanços sociais que o Brasil conhece.

Impopularidade. Ao ser questionado sobre o resultado da pesquisa Datafolha, que mostrou uma reprovação de 71% da presidente Dilma Rousseff, o vice-presidente da República, Michel Temer, pediu que prestassem atenção na reeleição da presidente. Temer chegou a dizer que "a pesquisa de hoje não será a de amanhã".

Ele afirmou ainda que "o povo brasileiro, muito recentemente, aplaudiu a presidente elegendo-a para um novo mandato". Segundo ele, nas eleições de outubro e novembro do ano passado, o povo foi às urnas e disse "olha, nós queremos continuar o sucesso que a presidente Dilma teve no primeiro mandato". 

Para Temer, o resultado da pesquisa que mediu a popularidade da presidente "é uma coisa cíclica". "Essas pesquisas muitas vezes são negativas para logo depois se tornarem positivas", disse.

O vice-presidente ressaltou os feitos de Dilma ao longo do seu governo, de acordo com ele, "a presidente tem feito um esforço extraordinário e tem praticado os melhores gestos". Temer citou como exemplo a reunião da presidente com os governadores, para revelar a função federativa. Segundo ele, a presidente tem feito um "trabalho excepcional para manter a tranquilidade institucional no país".

"Tenho absoluta convicção, conversei com a presidente Dilma, conversei no governo e em breve tempo essa pesquisa se reverterá, ou seja, a presidente Dilma terá um apoio extraordinário da população brasileira".

Tudo o que sabemos sobre:
DIlmaTemercrise

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.