Dilma fecha equipe econômica e deve anunciá-la amanhã

O governador de Pernambuco e presidente do PSB, Eduardo Campos, afirmou que a presidente eleita, Dilma Rousseff, lhe disse que conclui hoje a formação da equipe econômica do seu governo. Campos deixou no início da noite a sede do governo de transição, o Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), em Brasília, onde esteve reunido com Dilma. Ele não adiantou nenhum dos nomes, mas disse que ela deve fazer o anúncio amanhã.

ANDREA JUBÉ VIANNA, Agência Estado

23 de novembro de 2010 | 20h10

Campos se esquivou de responder a perguntas sobre a participação do deputado Ciro Gomes, que foi coordenador da campanha de Dilma no segundo turno, no futuro governo. "Ciro é um grande companheiro e tem todo o nosso apoio", disse Campos.

O governador conversou com Dilma sobre a participação do PSB no governo, mas ressaltou que não foi uma conversa conclusiva. Eles voltarão a se reunir em Brasília na próxima semana. Segundo Campos, Dilma reconhece que o PSB hoje é um aliado mais forte do que em 2006 porque ampliou a bancada no Congresso e elegeu seis governadores. Ele não admitiu, no entanto, que o partido pleiteia espaço maior no governo. "A questão não é quantitativa. É qualitativa", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
transiçãoDilmaPSBEduardo Campos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.