Dilma faz exames em SP antes de viajar à Argentina

Depois de exatos 35 minutos nas dependências do hospital Sírio-Libanês, a presidente Dilma Rousseff deixou o hospital em São Paulo, nesta quinta à noite, em meio a um pequeno tumulto. A razão para a confusão foi o fato de Dilma ter saído sem os batedores, habitual escolta que acompanha a presidente.

RICARDO CHAPOLA, Agência Estado

28 Junho 2012 | 20h13

Dilma chegou no Hospital Sírio-Libanês no final da tarde desta quinta-feira (28), para realizar alguns exames de rotina, que foram conduzidos pelo médico da Presidência, Roberto Khalil.

Antes, Dilma teve um encontro de portas fechadas com o ex-presidente Lula no gabinete presidencial na Avenida Paulista, em São Paulo.

A presidente viajará ainda nesta quinta-feira para Mendonza, na Argentina, onde terá uma reunião da Unasul. Líderes discutirão a situação do Paraguai após a destituição de Fernando Lugo da presidência do país.

Mais conteúdo sobre:
Dilmasaúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.