Dilma: 'exterior espirra e Brasil não pega pneumonia'

O País não corre mais riscos de ser "contaminado" por crises externas. "Quando há um espirro no exterior, o Brasil não pega pneumonia", disse a presidente Dilma Rousseff nesta segunda-feira, em cerimônia em João Pessoa, para entrega de 576 unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida e de 22 máquinas retroescavadeiras a municípios da Paraíba.

DAIENE CARDOSO, Agência Estado

04 de março de 2013 | 13h55

Ao lado do governador Ricardo Coutinho (PSB) e do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo(PT), a presidente afirmou que o País vem mudando graças à geração de emprego e "correção correta" do salário mínimo. "O Brasil vem mudando porque nós aumentamos as oportunidades de trabalho e reduzimos o desemprego", completou.

Ela também comentou sobre as preocupações do governo em assegurar melhorias em portos e aeroportos. "O Brasil só vai andar para frente se mexer naquelas questões que transformam a competitividade, por exemplo porto e aeroporto."

Dilma voltou a defender os programas sociais do governo federal, como o Minha Casa, Minha Vida e o Bolsa-Família e reafirmou que é possível tirar milhares de brasileiros da miséria e consolidar o Brasil como um país de classe média. "Nós podemos acabar com a miséria extrema no Brasil. Isso é uma honra para nós", enfatizou, apelando para que os prefeitos reforcem o cadastro dos que ainda se enquadram no perfil de pobreza extrema.

A presidente anunciou ainda o repasse de R$ 70 milhões para um centro de convenções em João Pessoa e outros R$ 6 bilhões para investimento em saneamento básico.

Tudo o que sabemos sobre:
DilmaParaíba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.