Dilma está no Palácio Guanabara com chefes de estado

A presidente Dilma Rousseff está reunida no Palácio Guanabara, na zona sul do Rio, com nove chefes de estado e de governo, com quem assistirá à final da Copa no Maracanã às 16 horas.

LUCIANA NUNES LEAL, Agência Estado

13 de julho de 2014 | 13h26

O presidente da Ucrânia, Petro Poroschenko, cancelou a vinda ao Brasil, o que evitou o constrangimento de um encontro com seu maior inimigo, o presidente russo, Vladimir Putin.

A primeira ministra da Alemanha, Angela Merkel, e o presidente Joachim Gauck, também estão entre os convidados da presidente para um almoço no palácio, que é a sede do governo do Estado do Rio.

Mais cedo, Angela Merkel e Putin tiveram um encontro reservado no palácio e comentaram a situação tensa na Ucrânia, com os confrontos entre tropas oficiais e separatistas pró-russos.

Estão também presentes os presidentes da África do Sul, Jacob Zuma; do Gabão, Ali-Ben Bongo Ondimba; da Namíbia, Hifikepunye Pohamba; e os primeiros-ministros de Antígua e Barbuda, Gaston Browne, e de Trinidad e Tobago, Kamla Persad-Bissessar, e da Hungria, Viktor Orbán.

O esquema de segurança inclui a interdição total da Rua Pinheiro Machado, em frente ao palácio, nos dois sentidos, e a presença de policiais militares e soldados do Exército, que estão espalhados pelos bairros de Laranjeiras, Botafogo e Flamengo.

Atiradores de elite estão no alto de alguns prédios do entorno do palácio e há soldados do Exército ao longo de toda a área de lazer do Aterro do Flamengo, inclusive nas passarelas. A Polícia Federal e a segurança dos chefes de governo integram o aparato.

Tudo o que sabemos sobre:
CopaDilma

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.