Dilma espera salto qualitativo na relação com Paraguai

A presidente Dilma Rousseff participou nesta quinta-feira, 15, da cerimônia de posse do novo presidente do Paraguai, Horacio Cartes, e de uma missa na Catedral de Assunção. Ela não ficou para o almoço comemorativo, embarcando em seguida para o Brasil. Na noite de quarta-feira, 14, Dilma teve seu primeiro encontro bilateral com Cartes e "considerou a conversa muita boa". Ela avaliou que, com o presidente Cartes, haverá um "salto qualitativo" nas relações com o Paraguai.

LISANDRA PARAGUASSU, ENVIADA ESPECIAL, Agência Estado

15 de agosto de 2013 | 13h49

Em seu discurso de posse nesta quinta, Cartes ressaltou os esforços feitos por Brasil e Argentina na na melhora da relação com seu país. Ele citou nominalmente as presidentes dos dois países, Dilma Rousseff e Cristina Kirchner, e agradeceu as iniciativas que foram tomadas "para construir relações prósperas e positivas em benefício de nossos povos".

Cartes disse ainda que seu governo vai apostar no fortalecimento dos organismos regionais e mundiais. Ele disse que o Paraguai participará desses organismos. "As futuras gerações não nos recordarão por nossas diferenças, mas pelos nossos esforços e compromissos para atingirmos objetivos comuns", destacou.

Tudo o que sabemos sobre:
DilmaParaguai

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.